segunda-feira, 3 de junho de 2013

Ônibus noturno deve fazer trajeto do metrô


Fonte: Estadão

O novo edital do transporte público na cidade abrirá caminho para a criação de linhas noturnas que façam o trajeto do metrô. A licitação deve ser lançada "nos próximos dias", segundo a Secretaria Municipal de Transportes.

Atualmente, a cidade tem 98 itinerários de ônibus noturnos. Os intervalos entre um coletivo e outro, no entanto, podem ultrapassar uma hora. Após a lei seca, aumentou a pressão da população para uma alternativa de transporte público de qualidade durante a noite.

O debate sobre de quem é a responsabilidade sobre o assunto deve ser tema das eleições para o governo do Estado no ano que vem. A direção do Metrô, gerido pelo governo estadual, afirma ser impossível a adoção do sistema de trens 24 horas na cidade em curto prazo.

A administração municipal ainda estuda quais linhas e como implementar o transporte noturno na cidade. Entre os quesitos avaliados, estão a demanda dos itinerários nas regiões e sua viabilidade econômica.

Tecnologia. 
O novo contrato dos ônibus também exigirá contrapartidas de tecnologia por parte das empresas. A capital tem uma frota de cerca de 15 mil coletivos, entre ônibus e vans.

Os dispositivos validadores deverão ter leitura biométrica, para possibilitar o bilhete único mensal, e conexão com sistema de GPS. Os equipamentos mais modernos devem permitir que os gastos com transporte público no bilhete único possam ser debitados em conta.

A Prefeitura afirma que a promessa de campanha de Fernando Haddad (PT) de implantar o bilhete único mensal começará a ser cumprida já a partir de novembro.

O subsídio para as empresas de ônibus deve aumentar em R$ 400 milhões por ano, por causa do bilhete único mensal. Em 2012, a Prefeitura desembolsou com ele R$ 953 milhões. Neste ano, a previsão de gasto é de R$ 1,2 bilhão.

Um comentário:

Gerson Rigras disse...

Tomara mesmo que esta medida entre em vigor. Não auxiliará apenas àqueles que buscam diversão noturna, mas também trabalhadores, viajantes, ou quem perdeu o último metrô, não precisando arcar com uma quantia em táxi (este leitor que vos fala, já perdeu o último metrô por 1 minuto, na Rodoviária do Tietê (Ele passa lá no sentido Jabaquara por volta de 00:22, 00:24. Gastei R$ 100,00 de táxi até Diadema.

Postar um comentário

Seguidores