terça-feira, 18 de junho de 2013

Alckmin descarta reduzir tarifa de ônibus e metrô


Fonte: Ansalatina

O governador Geraldo Alckmin (PSDB) descartou nesta quinta-feira a possibilidade de reduzir as tarifas de ônibus, trens e metrô pelos próximos 45 dias, conforme sugestão feita pelo Ministério Público, por intermédio do promotor de Habitação e Urbanismo, Maurício Lopes. A proposta, acordada com o Movimento Passe Livre, que vem liderando os protestos, foi discutida em reunião na quarta-feira. 

"Elas (as manifestações) são naturais e legítimas e fazem parte do processo democrático. O que não podemos concordar é com a baderna e a depredação do patrimônio público, deixando um rastro de destruição por onde passa, além de prejudicar o usuário do sistema", disse Alckmin, que está em Santos. 

Alckmin considerou positiva a oferta de ajuda do Ministério da Justiça, de recrutar a Polícia Federal para analisar os protestos registrados nos últimos dias na capital. "Toda a colaboração é bem-vinda, porque nosso lema é a parceria", afirmou Alckmin, destacando que "queimar ônibus e deixar a população sem transporte não é razoável e as pessoas devem responder por essas ações".

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores