sexta-feira, 31 de maio de 2013

Recarga do Bilhete Único até 1º de junho garante valor antigo após reajuste


Fonte: Terra

Os passageiros que optarem por recarregar o Bilhete Único em São Paulo até o dia 1º de junho, véspera do aumento tarifário para ônibus, trens e metrô, poderão viajar ainda com o valor da tarifa antiga, até o crédito se esgotar. A informação é da São Paulo Transportes (SPTrans), que gerencia o Bilhete Único na capital paulista.

No site da empresa, a principal dúvida levantada pelos passageiros é sobre a mudança de tarifa, que passará de R$ 3 para R$ 3,20 no próximo dia 2 de junho. De acordo com a prefeitura, se a recarga for realizada antes do dia do reajuste, “será debitado o valor da tarifa vigente na data da compra dos créditos, desde que seu cartão não seja substituído”. Em caso de perda, o recadastro de um novo cartão será com a nova tarifa.

Se o passageiro fizer uma recarga de R$ 300 com a tarifa atual, por exemplo, poderá fazer 100 viagens simples, mesmo após a mudança tarifária. Já se a recarga for completada após o dia 2 de junho, será possível fazer apenas 93 viagens.

A tarifa atual vigora desde janeiro de 2011. Segundo a prefeitura, caso fosse feito o reajuste com base na inflação acumulada no período, aferido pelo IPC/Fipe, o valor chegaria a R$ 3,40. "O reajuste abaixo da inflação é um esforço da prefeitura para não onerar em excesso os passageiros", diz a prefeitura em nota, que prevê o pagamento de R$ 1,25 bilhão em subsídios ao sistema de ônibus em 2013.

O Bilhete Único pode ser recarregado nas Lotéricas, estações de metrô, terminais de ônibus e em diversos pontos cadastrados pela prefeitura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores