quarta-feira, 29 de maio de 2013

Governo paulista realiza maior obra simultânea da história do Metrô

Obras do Monotrilho da Linha 15-Prata, em frente à estação Vila Prudente
Fonte: Governo do Estado

Para conferir mais agilidade à locomoção diária do cidadão, o Governo do Estado de São Paulo realiza simultaneamente obras em quatro linhas do Metrô. Estão em curso o prolongamento da Linha 5-Lilás, entre Largo Treze e Chácara Klabin; a implantação da Linha 15-Prata, em monotrilho, da Vila Prudente até Cidade Tiradentes; a segunda fase da Linha 4-Amarela (Vila Sônia-Luz); e a implantação da Linha 17-Ouro (Jabaquara-Congonhas), que fará conexão com as estações Morumbi da CPTM e São Paulo-Morumbi de Metrô.

Ao mesmo tempo, 98 trens que formam a primeira frota das linhas 1-Azul e 3-Vermelha estão sendo modernizados. Até agora, 33 trens já foram modernizados e equipados com ar condicionado e câmeras de vigilância. Os demais serão entregues gradativamente. Os investimentos são de R$ 1,75 bilhão.

Dados do Metrô de São Paulo indicam que o sistema recebe diariamente 4,6 milhões de passageiros. Em mais de 38 anos de operação comercial, o Metrô já transportou 22,6 bilhões de passageiros, o que corresponde a três vezes a população mundial, cerca de 15 vezes a população da China e 109 vezes a população de todo o Brasil. São realizadas cerca de 4.500 viagens por dia.

Projeto do novo trem da Linha 5-Lilás

Veja as mudanças em curso:

Linha 5-Lilás
Prolongamento da Linha 5-Lilás irá da Estação Largo Treze, em Santo Amaro, até a Estação Chácara Klabin, na Linha 2- Verde. Quando concluída, a linha terá 19,9 km de extensão, 17 estações e com estimativa de atender 770 mil passageiros diários. 

Linha 15-Prata
A Linha 15- Prata (Ipiranga-Cidade Tiradentes), em sistema monotrilho, atualmente tem o primeiro trecho, entre a Vila Prudente e a futura estação Oratório, em obras. Esta linha, quando pronta, ligará Ipiranga a Cidade Tiradentes, terá 18 estações, 25,8 km de vias elevadas e atenderá cerca de 500 mil passageiros por dia. 

Linha 17-Ouro
A construção da Linha 17- Ouro, em sistema de monotrilho, está com obras em sua primeira fase, entre o aeroporto de Congonhas e a Estação Morumbi, da Linha 9- Esmeralda (Osasco-Grajaú) da CPTM. Este trecho da linha terá 7,7 km de extensão. Ao todo, a Linha 17-Ouro terá, quando concluída, 17,7 km de extensão e 18 estações. 

Linha 4-Amarela
A fase 2 da Linha 4- Amarela contempla a instalação das estações São Paulo-Morumbi, Fradique Coutinho, Oscar Freire e Higienópolis-Mackenzie. A estação Vila Sônia contará com terminal de ônibus integrado e prolongamento da linha em cerca de 1,5 km de extensão até Taboão da Serra. A linha terá 12,8 km de vias, 11 estações e transportará cerca de um milhão de usuários por dia, em média.


Além destas obras, Metrô terá outras ampliações

Estão em processo de licitação e contratação mais três obras: a Linha 6-Laranja (Brasilândia-São Joaquim), a extensão da Linha 2- Verde até a Rodovia Presidente Dutra e 18-Bronze (Tamanduateí-ABC).

Linha 2-Verde
A expansão da Linha 2-Verde, de Vila Prudente à Dutra, terá 13,5 km de extensão e 12 estações. Com o prolongamento, a Linha 2 terá interligação com a Linha 3-Vermelha do Metrô, na estação Penha, com a futura Linha 6-Laranja do Metrô (na estação Anália Franco) e também com mais três linhas da CPTM: 11-Coral, na estação Penha, 12-Safira e a futura 13-Jade, na estação Tiquatira. A demanda prevista para toda a Linha 2-Verde chegará a 1,7 milhão de passageiros/dia, incluindo a atual demanda do trecho existente (Vila Madalena-Vila Prudente).

Linha 6-Laranja
O traçado da Linha 6-Laranja abrange o trecho entre as estações Vila Brasilândia e São Joaquim, onde fará integração com a Linha 1-Azul. A nova linha ampliará a rede metroviária em mais 15,9 km de extensão e 15 estações. A futura linha 6 se integrará com as linhas 7-Rubi e 8-Diamante da CPTM na estação Água Branca, com a Linha 4-Amarela na estação Higienópolis-Mackenzie e com a Linha 1-Azul na estação São Joaquim. A demanda prevista é de 633,6 mil passageiros ao dia.

Linha 18-Bronze
A Linha 18-Bronze fará ligação direta com a região do ABC (Paço Municipal, em São Bernardo do Campo), contemplando as cidades de São Caetano, Santo André e São Bernardo do Campo, e com o sistema metroferroviário de São Paulo (Estação Tamanduateí, da Linha 2-Verde do Metrô e Linha 10-Tuquesa da CPTM). A linha terá extensão aproximada de 14,3 km, 12 estações e deverá transportar em média 304,5 mil usuários por dia.

3 comentários:

Mário Simabukuro Filho disse...

alguma previsão de quando serão iniciadas as obras da linha 2 verde com sentido a linha 3 ???

Leandro Pascoal disse...

Alguém pode me dizer se realmente será construida a estação Jd Angela da linha 5 lilás

Diego Silva disse...

Mário, o Metrô ainda está tratando das licenças necessárias para as obras. Pode ser que demore um pouco para que tudo comece realmente a ser feito.

Leandro, a estação Jardim Ângela era um projeto da Prefeitura. Segundo o Metrô, existe sim o plano de construir esta estação, porém, para o horizonte de 2020.

Postar um comentário

Seguidores