sábado, 27 de abril de 2013

Trens modernizados do Metrô chegam a São Paulo


Fonte: Metrô

O Metrô de São Paulo recebe mais dois trens totalmente modernizados para melhorar ainda mais a qualidade dos seus serviços. Com a chegada destes dois equipamentos, já somam, desde 2010, um total de 33 trens. 

No início desta sexta-feira, dia 26, estacionaram no Pátio do Jabaquara seis vagões vindos de Cabreúva, interior da capital. Já na segunda-feira, dia 29, mais seis vagões vão chegar de Araraquara.

Os trens passarão pelos testes finais para ser implantado na Linha 1 - Azul (Jabaquara-Tucuruvi)  e na Linha 3 - Vermelha (Corinthians/Itaquera-Palmeiras/Barra Funda), respectivamente.  Estes testes são iniciados ainda na fábrica durante o processo de modernização por uma equipe própria do Metrô. Para garantir maior segurança aos usuários, os trens, quando chegam ao pátio, ainda passam por testes rigorosos para entrar em operação.

Os trens modernizados ganharam novo sistema de ar-condicionado, câmeras de vigilância, sensores para detecção de fumaça, sistema de informação audiovisual (monitores e displays) e monitoramento contínuo dos equipamentos pelo operador (caixa preta), sistema de controle de patinagem e deslizamento que melhora o desempenho dos freios em condições de baixa aderência, como em tempo chuvoso.


Também foram realizadas melhorias no sistema de tração, na ergonomia e iluminação, intervenções que proporcionam ainda mais eficiência ao sistema de tração em corrente alternada (motores com controles e componentes eletrônicos mais eficientes que possibilitam menor consumo de energia).

As composições modernizadas contemplam as normas vigentes de acessibilidade, com espaços para cadeira de rodas e sinalização audiovisual de abertura e fechamento de portas. O interior dos carros traz mapa dinâmico visual das estações, comunicação em braile e dispositivos de emergência para comunicação com o operador.

As cabines dos operadores foram ainda ampliadas e receberam novo banco ergométrico e acesso mais rápido às informações geradas pela viagem, ficando as mais significativas dispostas no console de comando ou na própria cabine.

A modernização dos trens inclui ainda sistema de som que melhora a audição das mensagens sonoras eletrônicas e das divulgadas pelo operador de trem, além de pega-mão fluorescente destinado a pessoas com dificuldades visuais.

No total, serão 98 composições modernizadas, com investimentos na ordem de R$ 1,75 bilhão.

4 comentários:

Humberto Paulo disse...

É isso precisamos que não pare por ai, tem que dar continuidade assim também na CPTM.

d3m0n disse...

porque a cptm nao aprende com o metro e em vez de fazer o descarte massivo reformar séries de 1100 a 1700 e também as séries 5000 e 5500 .... fica mais barato que um trem novo ... com uma oferta de peças novas apenas aproveitando a caixa dele que por si ja é bem cara

Grupo Firewallphoenixpower disse...

Muito bom. É assim que um governo se prepara para transcender seu governo à seu povo e se prepara para a copa do mundo.

Gerson Rigras disse...

A atitude do Metrô, em reformar as composições existentes, foi fenomenal, uma vez que as mesmas encontram-se em excelente estado de conservação, apresentam um aspecto conservador, mas atual.
Com todas esta modernizações, sejam no sistema de tração, de controle de patinagem e deslizamento, adaptações para PNE's, unidos ao novo sistema CTBC, a operação comercial tende a melhorar muito!
PS: Um comentário pessoal! Sempre tive vontade de ver um comboio de carros, sejam CPTM ou Metrô circulando pelas nossas vias... Já vi uma do Metrô pela Rodovia dos Bandeirantes, sentido SP, mas, eu estava sentido Campinas, então nem pude apreciar tanto, esta curiosidade!
Abraços a todos!!!

Postar um comentário

Seguidores