quinta-feira, 22 de novembro de 2012

Obras da nova estação Oratório devem ficar prontas em dezembro

Clique na imagem para ampliar

Fonte: Metrô

O Metrô já concluiu 94% das obras civis brutas da futura estação Oratório, do monotrilho da Linha 15-Prata (Ipiranga - Hospital Cidade Tiradentes). Com aproximadamente cinco mil metros quadrados, a edificação integra o primeiro trecho da linha, com 2,9 km de extensão, e deverá ser entregue no segundo semestre de 2013, juntamente com a estação Vila Prudente. 

Paralelamente à conclusão das obras civis brutas prevista para dezembro, que inclui estruturas metálicas e de concreto, alvenaria e cobertura, a Companhia já iniciou os serviços de acabamento (contrapisos, pisos, alvenarias, instalações elétricas/hidráulicas e revestimentos cerâmicos). 

Para se ter uma ideia, cerca de 50% do piso, composto por peças de porcelanato antiderrapante de alto tráfego (50 x 50 cm) e piso tátil, já foi instalado na área das plataformas, que somam cerca de 850 metros quadrados. A cobertura de telhas metálicas, com isolamento térmico e acústico, também foi totalmente concluída. Com o término do acabamento, estimado para março de 2013, a estação terá sua parte de obras civis finalizada, restando a instalação dos sistemas (escadas rolantes, elevador, comunicação, detecção de incêndio etc.).


A arquitetura da nova estação Oratório privilegia a leveza das estruturas, com tubos metálicos e vedações com vidro, possibilitando ampla visão da paisagem urbana de qualquer ponto. A estação possui prédio central, um edifício de salas técnicas e operacionais e dois acessos. O prédio central, com dois pavimentos, abriga no primeiro piso o mezanino de acesso, onde se localizam os bloqueios de acesso, a bilheteria, a SSO (Sala de Supervisão Operacional), os sanitários públicos (comum e para pessoas com mobilidade reduzida) e fraldário. Já no piso superior, encontra-se a plataforma central, com 9 metros de largura e 95 metros de comprimento, que terá portas de plataforma, displays de comunicação digital e assentos. Esses pavimentos serão interligados por escadas rolantes e fixas e um elevador de uso preferencial.

O prédio das salas técnicas e operacionais, com oito pavimentos, terá vestiários, banheiros, refeitórios, escritórios, sala de controle e salas técnicas (grupo gerador diesel, trafos e transformadores). Os dois edifícios (o central e o lateral) serão interligados por passarela metálica, coberta por vidro. A estação será totalmente acessível, com elevador, rampas de acesso, sanitários exclusivos, piso tátil e comunicação em Braille.

Localizada no canteiro central da Av. Prof. Luiz Ignácio Anhaia Mello, a estação conta com dois acessos: um pela Av. do Oratório, com 90% das estruturas de concreto armado concluídas, e o outro pela Rua Nupeba, cuja estrutura metálica está 95% finalizada. Cada acesso terá um bicicletário com 50 vagas. A demanda diária estimada para o primeiro trecho, entre Vila Prudente e Oratório é de 13.300 passageiros.

Curiosidades
Embora não seja possível visualizar, a estação terá cerca de 5 km de conduítes elétricos e 3,5 km de tubos hidráulicos e de esgoto percorrendo o interior de suas estruturas metálicas e de concreto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores