quinta-feira, 29 de novembro de 2012

Após falha, Metrô abre edital para trocar empresa de recarga do Bilhete Único


Fonte: IG

O Metrô de São Paulo vai lançar nesta quinta-feira (29) dois editais de licitação para a contratação de empresas credenciadas pela SPTrans para a venda de créditos do Bilhete Único. A medida foi tomada após a falta de atendimento da empresa Serviços Digitais aos usuários que precisam adquirir créditos para o Bilhete Único em 17 estações do Metrô.


Além dos pontos nas 17 estações do Metrô onde a Serviços Digitais tem a concessão da venda de créditos em guichês e também em equipamentos de autoatendimento, quem vencer a licitação assumirá as vendas que estão sob a responsabilidade da Serviços Digitais em outras estações onde a venda é conjunta com outras concessionárias.

Em nota, o Metrô orienta os passageiros para realizar suas recargas em outras 46 estações metroviárias, casas lotéricas, bancas de jornais e demais estabelecimentos comerciais credenciados. 

As estações com problemas, segundo nota enviada pelo Metrô, são: Ana Rosa, Vila Mariana, Santa Cruz, Praça da Árvore, Saúde, São Judas, Tucuruvi, Parada Inglesa, Jardim São Paulo-Ayrton Senna, Santana e Armênia (Linha 1-Azul) e Corinthians-Itaquera, Artur Alvim, Patriarca, Guilhermina-Esperança, Vila Matilde e Penha (Linha 3-Vermelha). Mas a reportagem constatou que cabines das Estações Brigadeiro, Consolação e Vila Madalena, da Linha 2-Verde, também estão inoperantes.

Passageiros reclamam que, sem lugar para recarregar o bilhete nessas estações, as pessoas precisam sair de seus percursos diários para comprar créditos em outros lugares. Mas a queixa principal é de que, na correria diária, o passageiro acaba comprando bilhetes de papel nas estações do Metrô. Essas passagens não dão direito ao desconto nem às gratuidades quando parte da viagem é feita de ônibus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores