terça-feira, 23 de outubro de 2012

Seguranças do Metrô de SP montam banda e fazem shows em estações


Fonte: Folha de São Paulo

Hora do rush, 17h30 de terça-feira. Pessoas se aglomeram na plataforma de embarque da estação Ana Rosa, linha 1-azul do metrô. Trens vão e vêm, mas elas continuam ali. Querem ver a Banda dos Seguranças do Metrô tocar. 

Em uma hora de show, o conjunto, formado há dez meses, interpreta de Zeca Pagodinho a Queen. "Variamos o repertório para agradar todo mundo", diz Wagner Tadeu da Silva Júnior, 34, que toca cavaquinho e violão. 

Além dele, outros oito seguranças de diversas estações participam -Ivan Carlos Costa Lima, 27, nos vocais; Claudinei do Nascimento Cipriano, 29, tecladista; Carlos Henrique Nunes dos Santos, 39, contrabaixista; Cláudio Adolpho Ramos Leite Correa Pinto, 28, na percussão; Fábio Miranda Ferreira, 33, baterista; Marcos José Soares, 35, guitarra e violão; Lucivaldo Soares de Araújo, 35, no trombone e maestro; e Geverton Ferreira, 29, saxofonista.

O conjunto surgiu depois que alguns dos integrantes se apresentaram em um asilo como parte de uma ação voluntária. Perceberam a afinidade no palco e resolveram montar a banda, cujos shows ocorrem dentro das estações, fora do horário de trabalho. O Metrô garante o espaço para ensaios e os equipamentos.
A primeira apresentação ocorreu em fevereiro, na Sé. A ideia foi bem recebida e o Metrô decidiu agendar shows mensais, sempre às 17h30 -horário estratégico para atrair público e desafogar os vagões. O próximo será em 30/10, na Palmeiras-Barra Funda.

Uma semana antes, nove estações recebem o Sounderground, festival internacional com músicos habituados a tocar no metrô.

Apesar da receptividade do grupo paulistano, nenhum dos seguranças pensa em largar o serviço para buscar a fama. O vocalista Ivan chegou a ser chamado por um programa, mas preferiu a estabilidade do emprego.

Na hora de subir no palco, eles deixam de lado algemas e coletes à prova de balas. "Esse é um projeto que ajuda a aproximar o usuário do funcionário do metrô", diz o chefe do departamento de segurança da empresa, Rubens Menezes. "É uma ideia que quebra o paradigma do uniforme preto." 

SERVIÇO
Confira a agenda dos shows em www.facebook.com/BsmBandaDosSegurancasDoMetro

Um comentário:

Leonardo Ronqui disse...

A BSM tem alcançado em pouco mais de uma hora, muito mais do que qualquer outra campanha tenha conseguido para aproximar usuário e Metrô.

Surpreendentemente talentosos e carismáticos, a BSM tem sido pra muita gente, DE LONGE, a melhor coisa que o Metrô já fez pra HUMANIZAR a comunicação entre as partes envolvidas.

E como patrocinar é acreditar, parabéns ao Metrô de SP por botar fé nos caras!!!

PS. PROFECIA: É uma questão de TEMPO, até a página do Face Book da BSM ter mais curtidas que a do Metrô!
Em tempo: Pela atitude cultural, a page do Metrô também ganhou meu modesto like, por demonstrar que neste caso perceberam que levam muito mais do gente. Vocês levam histórias... de um lado pro outro.

Postar um comentário

Seguidores