terça-feira, 2 de outubro de 2012

Metrô não pode garantir segurança do usuário do Itaquerão em dias de jogos, diz sindicato


Fonte: R7

Os metroviários temem o aumento de fluxo no sistema de transporte em dias de jogos no estádio do Corinthians, em Itaquera. A linha vermelha, que hoje já está sobrecarregada, poderá trazer mais transtorno e insegurança para o usuário com o acréscimo de torcedores que forem ao Fielzão. Para o sindicato da categoria, a solução encontrada pelo governo do Estado – fechar a estação mais próxima à arena – é uma ação que não vai produzir resultado.

Para o diretor do Sindicato dos Metroviários, Ciro Moraes, a falta de investimentos no transporte público levou a superlotação das linhas, e com a construção do estádio do Corinthians em Itaquera, o impacto sobre a linha vermelha será ainda maior, tornando o sistema inseguro.

— Eles sabem que, se a população convergir para lá [Itaquera], vai ser um caos. Essa ideia de fechar a estação [Corinthians-Itaquera] acaba evidenciando a negligência para com o metrô.

De acordo com Moraes, o aumento de usuários na linha pode prejudicar tanto os funcionários do Metrô quanto a população, e não descarta que, em caso de falha, pessoas revoltadas com os problemas, venham a causar estragos nas  estações.

— O sistema já é um caos. Se aumentar o fluxo, não vai dar... Vão ter que fazer uma operação de guerra para poder dar certo.

Moraes acrescenta que a pressão que os funcionários estão sofrendo por causa do aumento do fluxo de passageiros aumenta o estresse e pode levar a situações de perigo, tanto para condutores e seguranças, quanto para os usuários.

Para controlar o fluxo de passageiros durante os jogos, o governo cogita fechar a estação Corinthians-Itaquera do Metrô. Com isso, os usuários teriam que desembarcar em Artur Alvim, que fica a aproximadamente 1 km do estádio do Timão. Contudo, ainda não há uma decisão oficial sobre o assunto, tanto que diversas autoridades divergem quando questionados sobre os motivos para o fechamento da estação terminal da linha vermelha.

O Metrô alega que a estação Corinthians-Itaquera vai funcionar normalmente, contradizendo outras versões de gente de dentro do governo do Estado.

— O Metrô esclarece que operará normalmente a Estação Corinthians-Itaquera nos dias em que estiverem programados jogos no futuro estádio do Corinthians, inclusive partidas da Copa do Mundo de Futebol 2014.

Recentemente, Gilmar Tadeu, secretário de planejamento e do COL (Comitê Local da Copa), afirmou que a proposta não é fechar completamente a estação, mas evitar o encontro de torcidas diferentes em dias de jogos.

Por meio de sua assessoria de imprensa, o Corinthians afirmou que “a segurança pública não é de responsabilidade do clube” e que só vai se pronunciar quando tiver um posicionamento oficial por parte dos envolvidos.

Além do Metrô, o torcedor que for a Itaquera para ver jogos no Fielzão poderá optar pela linha 11-Coral da CPTM, que também atende a estação Corinthians-Itaquera, por ônibus ou descer na estação Artur Alvim, que fica a cerca de 1 km do estádio.

Transporte público deficiente e falta de mobilidade foram pontos criticados por João Vaz, presidente da AbrArenas (Associação das Arenas do Brasil) em evento que discutiu o futuro do futebol e os rumos dos novos estádios, no meio de setembro.

Vaz apontou que, enquanto o torcedor vê melhoras nas dependências dos estádios, sofre ainda para chegar e deixar as arenas. O dirigente da AbrArenas sugere que clubes e governo precisam conversar para dar melhores condições aos espectadores.

— Não adianta construir uma arena enorme, se não tem acesso.

Estratégias diferentes para a Copa

O COL-SP (Comitê Local da Copa) diz que, durante a Copa do Mundo, a estação de Corinthians-Itaquera do Metrô ficará aberta, mas que será feita uma campanha para que os torcedores que utilizarem o sistema metroviário deem preferência à estação Artur Alvim, para facilitar o fluxo, medida que beneficia os parceiros comerciais da Fifa.

A CPTM, que tem uma linha paralela à do Metrô, terá atendimento diferenciado nos horários de jogos. Com intervalos menores, o Expresso Copa levará os usuários da Estação da Luz até Itaquera em aproximadamente 20 minutos, sem paradas nas demais estações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores