terça-feira, 11 de setembro de 2012

Metrô realiza nova audiência pública sobre a Linha 6-Laranja


Fonte: Metrô

A Companhia do Metrô realiza nesta terça-feira, dia 11/9, nova Audiência Pública para a Linha 6-Laranja (Brasilândia-São Joaquim). O evento terá início às 9h30, no Instituto de Engenharia, Av. Dr. Dante Pazzanese, 120, Vila Mariana. Como uma reunião aberta, na Audiência Pública qualquer cidadão pode participar.

O evento tem como finalidade apresentar o projeto básico e a modelagem da Parceria Público-Privada (PPP) da futura Linha 6-Laranja. Nos meses seguintes, acontecerá a apresentação do projeto em âmbito nacional e também no exterior, pois a concorrência será internacional e deverá ocorrer em dezembro deste ano. A expectativa é de que as obras da nova linha metroviária sejam iniciadas no segundo semestre do ano que vem.

A última Audiência Pública dessa linha foi realizada no dia 8 de maio, no Auditório da UNINOVE, na Barra Funda e constituiu um dos passos legais para se obter a Licença Ambiental do empreendimento.  Na ocasião, foram expostas e esclarecidas questões sobre o Estudo de Impacto Ambiental da Linha 6.

O Conselho Gestor do Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas definiu em 12 de julho a modelagem da futura Linha 6-Laranja do Metrô, que será construída e operada pela iniciativa privada, por meio de uma PPP.

A modelagem foi baseada em propostas apresentadas por três interessados: Odebebrecht Transport, Construtora Queiroz Galvão e Consórcio Galvão-Somague Engenharia.

A Linha 6-Laranja abrange o trecho de Vila Brasilândia a São Joaquim, com 13,5 quilômetros de extensão e 15 estações (Brasilândia, Vila Cardoso, Itaberaba-Hospital Vila Penteado, João Paulo I, Santa Marina, Água Branca, Sesc Pompeia, Perdizes, PUC-Cardoso de Almeida, Angélica-Pacaembu, Higienópolis-Mackenzie, 14 Bis, Bela Vista e São Joaquim). O investimento para esta linha está estimado em R$ 8 bilhões.

A Linha 6- Laranja será integrada às Linhas 7-Rubi e 8-Diamante da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) na estação Água Branca; à Linha 4-Amarela, na estação Higienópolis-Mackenzie; e à Linha 1-Azul do Metrô, na estação São Joaquim. A demanda prevista é de aproximadamente 640 mil passageiros/dia e a operação comercial entre Vila Brasilândia e São Joaquim contará com uma frota de 29 trens.

A linha atenderá os bairros Brasilândia, Freguesia do Ó, Pompeia, Perdizes, Sumaré, Bela Vista e Liberdade e beneficiará grandes centros educacionais, como Unip (Universidade Paulista), PUC (Pontifícia Universidade Católica), Faap (Fundação Armando Álvares Penteado), Mackenzie e FMU (Faculdade Metropolitanas Unidas).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores