quinta-feira, 19 de julho de 2012

Linha 6-Laranja irá custar cerca de R$ 8 bilhões


Fonte: G1

O governo de São Paulo anunciou nesta quinta-feira (12) que a futura Linha 6 - Laranja do Metrô vai custar cerca de R$ 8 bilhões. Ela será construída e operada pela iniciativa privada. A linha vai ligar a Vila Brasilândia, na Zona Norte, a São Joaquim, na Liberdade. A previsão é que ela transporte 640 mil passageiros por dia e comece a ser construída em julho de 2013 para ficar pronta em 2019.

O Conselho Gestor do Programa Estadual de Parcerias Público-Privadas, presidido pelo vice-governador Guilherme Afif Domingos, definiu nesta quinta-feira a modelagem da Linha 6, baseada em propostas apresentadas por três interessados, Odebebrecht Transport, Construtora Queiroz Galvão e Consórcio Galvão-Somague Engenharia.

Segundo o governo, o principal benefício oferecido pela PPP é a redução no prazo de início efetivo das obras. A estimativa é que, com este modelo, o prazo entre a apresentação do projeto da linha e a escolha da empresa vencedora da concorrência seja reduzido em 34 meses. A audiência pública do projeto será realizada em agosto de 2012. Há expectativa de que a concorrência internacional ocorra em janeiro de 2013.

Em maio deste ano, o governo decretou a desapropriação de 406 imóveis nos bairros paulistanos da Freguesia do Ó, Lapa, Barra Funda, Perdizes, Consolação, Bela Vista e Liberdade. Eles serão desocupados por via amigável ou judicial para dar lugar ao futuro trecho da linha 6.

O Metrô informou que os 406 imóveis somam 407.400 metros quadrados. Desses imóveis, 52 são terrenos vagos, 214 residenciais e 140 comerciais. As ações de desapropriação devem ser ajuizadas no segundo semestre deste ano. A linha deve ser construída por meio de parceria público-privada (PPP).

De acordo com o estudo de impacto ambiental, a Linha 6 - Laranja terá extensão de 13,5 km e 15 estações: Brasilândia, Vila Cardoso, Itaberaba - Hospital Vila Penteado, João Paulo I, Freguesia do Ó, Santa Marina, Água Branca, Pompéia, Perdizes, Cardoso de Almeida, Angélica - Pacaembu, Higienópolis - Mackenzie, 14 Bis, Bela Vista e São Joaquim, além de um pátio de estacionamento e manutenção de trens, intitulado Pátio Morro Grande.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores