quarta-feira, 16 de maio de 2012

Trem envolvido em colisão trafegava no máximo a 12 km/h, diz secretário


Fonte: G1

A composição do Metrô que colidiu com outra que estava parada entre as estações Penha e Carrão, na Zona Leste da capital paulista, na manhã desta quarta-feira (16), trafegava numa velocidade entre 9 e 12 km/h, segundo o secretário de Transportes Metropolitanos de São Paulo, Jurandir Fernandes. Na colisão, 33 pessoas foram socorridas pelos bombeiros – duas delas em estado grave. Segundo o secretário, entre os feridos estavam cinco grávidas. O condutor do trem não ficou ferido.


O secretário afirmou que a velocidade do acidente é baixa, já que o acoplamento de composições ocorre numa velocidade entre 8 e 9 km/h. Segundo Fernandes, o trem que estava parado aguardava para estacionar na Estação Carrão, da Linha 3-Vermelha do Metrô. “A batida foi como se fosse um acoplamento, um pouco mais forte. O engate ocorre entre 8 e 9 km/h. Houve o engate e nós estimamos que a batida foi entre 9 e 12km/h. A partir de 9 é além do engate”, disse o secretário
Fernandes garantiu que a circulação na Linha 3, interrompida a partir entre as estações Tatuapé e Corinthians-Itaquera desde o acidente, será retomada até as 16h desta quarta-feira – antes do horário de pico. O secretário disse que ainda não é possível afirmar quais são as causas do acidente.

Em entrevista por telefone à TV Globo, o presidente do Metrô, Peter Walker, confirmou que a principal suspeita é de uma falha no sistema de automação.

Os trens envolvidos no acidente foram levados para o pátio do Metrô na Estação Penha, onde há uma oficina.
Passageiros que estavam nas composições envolvidas no acidente afirmam que antes do acidente foram informados pelo sistema de som das estações que a Linha 3-Vermelha operava com velocidade reduzida. O secretário informou no início desta tarde desconhecer a informação. Ele se comprometeu a checar o ocorrido com o Centro de Controle de Operações (CCO) do Metrô.
Alguns passageiros também reclamaram que as portas do trem não se abriram. “O botão de abrir a porta não funciona automático. O condutor tem que receber orientação do CCO para liberar”, explicou Fernandes.
O acidente aconteceu em um trecho na Zona Leste, entre as estações Penha e Carrão, por volta das 9h50. A Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou que será aberto um inquérito para investigar o acidente na Delegacia do Metropolitano (Delpom).
Circulação
A companhia informa que a circulação dos trens na Linha 3-Vermelha está sendo realizada somente entre as estações Barra Funda e Tatuapé. Além do apoio de ônibus, o Metrô diz que está mantida a integração gratuita com a CPTM nas estações Tatuapé e Corinthians/Itaquera.

Após o acidente, as demais linhas do Metrô de São Paulo operavam com velocidade reduzida. A SPTrans informou que mudou a circulação de ônibus na região e acionou o sistema de apoio. O problema causava lentidão na Radial Leste, no sentido Centro. Por causa do resgate, faixas da via permaneciam interditadas às 11h30. A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) recomendava que os motoristas evitassem a região.
Falha em sistema de automação
Segundo o secretário-geral do Sindicato dos Metroviários, Paulo Pasin, houve um choque entre duas composições devido a uma falha no sistema de automação do Metrô. O sindicalista, que estava em reunião com dirigentes do Metrô para discussão de propostas salariais na hora do acidente, diz ter recebido informações de que o sistema automático que faz um trem parar quando outro está à frente não funcionou.

"Não pode ter havido falha humana porque esse sistema é automático", disse Pasin. "Em 20 anos de Metrô, eu nunca vi nada disso acontecer", acrescentou.
Ônibus
Segundo a SPTrans, todas as linhas de ônibus que circulam na Radial Leste seguiam direto até a Estação Tatuapé do Metrô, deixando de atender as estações Itaquera, Arthur Alvim, Patriarca, Guilhermina Esperança, Vila Matilde, Penha, e Carrão, por volta das 11h. A integração das linhas de ônibus com as estações do Metrô foi suspensa devido ao acidente.

Nota do Metrô
Veja abaixo a íntegra da nota enviada pelo Metrô:

"Por volta das 9h50, duas composições da Linha 3-Vermelha que circulavam no sentido Palmeiras/Barra Funda se colidiram próximas a estação Carrão do Metrô. As causas do acidente estão sendo apuradas pela Companhia do Metrô.
Os usuários que se acidentaram na colisão estão sendo socorridos por Agentes de Segurança do Metrô, Corpo de Bombeiros e SAMU.
Em razão deste acidente, a circulação dos trens na Linha 3-Vermelha está sendo realizada somente entre as estações Palmeiras/Barra Funda e Tatuapé. Para atender os usuários no trecho entre as estações Tatuapé e Corinthians/Itaquera, o Metrô acionou o serviço do PAESE e mantém integração gratuita com a CPTM nas estações Tatuapé e Corinthians/Itaquera.
Companhia do Metropolitano de São Paulo"


Um comentário:

alexandrov disse...

Hoje de manhã (17/5/12), estava na estação Sacomã por volta das 6h10 e vi um trem ir em direção a vila madalena, imediatamente chegou outro trem, fiquei assustado, pois um trem grudado no outro ocorre na linha 3 (menor intervalo de 1min30seg)!
Fiquei esperando dentro do trem por volta de 2 minutos e a viagem foi tranquila! Mas fica o traúma! Com este acidente, agora o tempo de espera será maior, quem perde novamente é a população!

Postar um comentário

Seguidores