quarta-feira, 9 de maio de 2012

Metroviários de SP abrem campanha e pedem 15% de aumento real


Fonte: STEFZS

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo, que iniciou a campanha salarial de 2012 com uma reunião na última sexta-feira (4), voltará a se encontrar amanhã (8) com representantes da Companhia do Metropolitano (Metrô). Além da pauta salarial, os sindicalistas querem discutir mais investimento em transportes públicos no país, para atingir 2% do Produto Interno Bruto (PIB) – o percentual, citado em estudo, vem de cálculo do ex-presidente do BNDES Carlos Lessa.

Com data-base em 1º de maio, o sindicato  reivindica reajuste com base no Índice do Custo de Vida (ICV), apurado pelo Dieese, estimado em 5,13% em 12 meses, até abril, mais 14,99% de aumento real (acima da inflação). A pauta também inclui reajuste de 23,44% para o vale-refeição e participação nos resultados, entre outros itens.

O calendário prevê cinco reuniões, até a quarta-feira da semana que vem (16). Em nota, os metroviários criticaram a superlotação do sistema nos horários de pico. A entidade pede soluções para os frequentes atrasos e panes no sistema e rejeitam qualquer possibilidade de privatização do Metrô.

No ano passado, segundo a companhia, foram transportados 3,7 milhões de pessoas em média nos dias úteis. O recorde é de 11 de novembro: 4,1 milhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores