quarta-feira, 23 de maio de 2012

Greve Metrô 2012: Governador cancela compromissos para tratar com sindicatos


Fonte: R7


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, cancelou um evento que teria na manhã desta quarta-feira (23) para se dedicar integralmente à questão da greve do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), informou a assessoria do governo do Estado. 

Alckmin tinha programada uma agenda relativa ao Programa São Paulo Solidário na cidade de Miracatu, na Serra do Cafezal. 

Mais cedo, o governador afirmou em entrevista que considera a greve “eleitoreira” e fruto da ação de um “grupelho radical”.
De acordo com o Metrô, o salário médio de um metroviário é de R$ 4.060, além de benefícios como vale-transporte, assistência médica, auxílio-refeição, entre outros.
De acordo com o sindicato, os funcionários exigem 5,13% de reajuste salarial, 14,99% de aumento real, vale-alimentação de R$ 280,45 e reajuste de 23,44% para o vale-refeição. Também querem equiparação salarial, 36 horas semanais, adicional risco de vida de 30%, periculosidade sobre todos os vencimentos, plano de saúde acessível para os aposentados e reintegração de todos os demitidos em 2007. 
O presidente da CPTM, Mario Bandeira, afirmou que vem tentando negociar com os grevistas, "mas que versas vezes tentamos negociar e justamente a ausência da negociação é que fez empresa abrir dissídio coletivo". Ele disse ter encaminado aos líderes dos sindicatos uma proposta que não foi repassada aos funcionários.

Recorde

O trânsito de São Paulo bateu o recorde histórico para o período da manhã nesta quarta, com 202 km de congestionamento, ou 23,3% dos 868 km de vias monitoradas. É a maior lentidão registrada desde que a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) passou a fazer essa medição, em 2004.
O índice superou os 191 km registrados em 2004 e bateu os 168 km de filas registrados na cidade no dia 27 de abril deste ano, véspera do feriado prolongado do Dia do Trabalho. 

A via com mais lentidão às 8h30 era a marginal Pinheiros, com 14,9 km de filas no sentido Castello Branco, na pista expressa, entre a ponte de Interlagos até 2 km antes da ponte da Cidade Universitária. Na pista local, havia 10,7 km de congestionamento, desde a ponte Transamérica até a ponte Eusébio Matoso.

Um comentário:

number_six disse...

Agora ele cancela compromissos?!?!?!? Estão anunciando essa greve há um tempão!!!!Já fixzeram não-sei-quantas negociações entre sindicato e CPTm e não deu em nada...Parece até piada um lado queria 14% e outro oferece pouco mais de 1%...sério....nem fico fula com os grevistas fico fula com a CPTM e governo que não estão pouco se lixando pra população!!!

Postar um comentário

Seguidores