quinta-feira, 10 de maio de 2012

Governo Federal e CBTU não cedem; Metroviários do país inteiro estão em greve

Metrô de SP está em campanha salarial
Fonte: SL Net 1

Com o final das negociações do Acordo Coletivo entre diretoria da CBTU e os sindicatos metroferroviários de Recife e outras sete capitais, acaba a oportunidade de se evitar uma greve no sistema de metrô. Os representantes da empresa, subordinados ao governo da presidenta Dilma Rousseff, transmitiram a determinação do governo, de que os salários da categoria permanecerão congelados, o índice apresentado os é zero por cento. Com essa posição os sindicatos partem para as assembleias nacionais no dia 10 de maio, com a determinação de paralisar as atividades por tempo indeterminado. Na capital pernambucana a assembleia se dará na Estação Central do Recife.

A terceira rodada terminou pior do que começou na avaliação dos representantes trabalhadores. Os avanços adquiridos na segunda rodada foram negados e algumas conquistas foram retiradas. Os sindicalistas não veem alternativa se não o enfrentamento com o governo.

Em ano de eleições municipais, os trabalhadores saem da reunião afirmando que essa medida terá um impacto muito negativo, para os candidatos apoiados pelo governo federal e que esses são alvo de ligação com um governo que nega aumento para o trabalhador, enquanto aumenta o próprio salário e dos Deputados Federais em 62%.

Dia 10 de maio haverá assembleias em Recife, Fortaleza, Belo Horizonte, Palmas, Rio de Janeiro, Porto Alegre e São Paulo, além do Distrito Federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores