segunda-feira, 9 de abril de 2012

Sinalização de Rota de Fuga

Sinalização de Rota de Fuga está presente em todo o trecho
Fonte: Metrô de São Paulo
Apresentação na 17a. Semana de Tecnologia Metroferroviária - AEAMESP
Autores: Engª Miriam Marcatto de Abreu, Engº José Augusto de Araújo Jr. e Engº Fernando Sampaio

Com o objetivo de preservar a vida humana numa situação de emergência, permitindo o abandono das pessoas da edificação ou área de risco, encontra-se em andamento no Metrô o processo de implantação de sinalização de rota de fuga.

Sinalização de Emergência
É o conjunto de sinais visuais que indicam, de forma rápida e eficaz, a existência, a localização e os procedimentos referentes a saídas de emergência, equipamentos de segurança contra incêndios e riscos potenciais de uma edificação. (Instrução técnica 03/2011, corpo de Bombeiros do Estado de São Paulo)

Sinalização de Rota de Fuga
  • Sinalização Básica
Sinalização de orientação e salvamento
- Instalada em mudanças de direção, saídas e escadas
- Inclui placas com indicação de distâncias.
  • Sinalização complementar
 - Balizadores instalados na extremidade da passarela de emergência

Escadas com saída de emergência e sinalização de duplo sentido

Histórico
- Implantação de sistema de sinalização de rota de fuga na Linha 2-Verde, na via e saídas de emergência entre as estações Ana Rosa e Vila Madalena, a partir de 2004
- Placas de indicação de distância a cada 30 metros.
- Balizadores instalados a cada 5 metros
- Faixas fotoluminescentes instaladas nos degraus das escadas das saídas de emergência.

Desenvolvimento
Sinalização
- Placas de direção, sentido e distanciamento (distância para a saída mais próxima na via) a cada 30m, parelela à parede e a 1,20m de altura em relação ao piso da passarela;
- Placas de direção e sentido e de saída (saídas de emergência) a cada 7,5m ou quando houver mudança de direção, sentido ou nível, paralela à parede e a 1,80m de altura em relação ao piso;
- Balizadores a cada 3m na borda da passarela de emergência;
- Fitas fotoluminescentes nos espelhos dos degraus das escadas das saídas de emergência.

Iluminação
- Necessidade de energia elétrica;
- Placas com luz verde, balizadores com luz âmbar (testes em campo), pictogramas normatizados;
- LEDs: Clara visualização.

Placa de direção, sentido e distanciamento (vias)

Equipamentos desenvolvidos
Placa de direção, sentido e distanciamento (vias):
- direcionamento duplo;
- feitas em acrílico;
- modelo para túneis: retroiluminadas por LEDs;
- modelo para trechos externos: iluminada com LEDs a 90º, feita em acrílico e montada em caixa blindada de metal.

Placa de direção e sentido (direção e mudança de nível)

Placa de direção e sentido (saídas de emergência)
- direção e mudança de nível;
- feitas em acrílico;
- retroiluminadas por LEDs

Placas de saída (entrada das saídas de emergência)
- feitas em acrílico;
- retroiluminadas por LEDs

Balizador

Balizadores (passarelas de emergência)
- feitos em PETg;
- iluminados por LEDs a 90º.

Alimentação
- Proveniente do QDCC - Quadro de Distribuição de Corrente Contínua, de cada estação;
- Ligado ao GGD - Grupo Gerador Diesel;
- PCRF - Painel de Controle de Rota de Fuga;
- Tensão de distribuição: 125 Vcc
- Tensão de trabalho: 12 Vcc

Trecho próximo à estação Conceição: balizas e sinais

Referências
- Decreto Estadual nº 56.819 de 10 de março de 2011
- Instrução Técnica nº 03/2011 - Terminologia de segurança contra incêndio
- Instrução Técnica nº 20/2011 - Sinalização de Emergência
- ABNT NBR 13434 - Partes 1, 2 e 3 - Sinalização de segurança contra Incêndio.

3 comentários:

katakombot disse...

Boa tarde, saberia dizer a empresa que está confeccionando as placas luminosas?

Diego Silva disse...

katakombot, provavelmente alguma empresa licitada está fazendo esse trabalho para o Metrô.

Pepe1311 disse...

Produzimos Placas Balizadoras de Saída de Emergência e Rotas de fuga: W W W . E L A M P . C O M . B R

Postar um comentário

Seguidores