quinta-feira, 22 de março de 2012

Máquinas do Metrô vendem mais 35 mil livros por mês

Incentivando a leitura, Metrô vende milhares de livros todos os meses
Fonte: Metrô News

Lançada em dezembro, e presente em dez equipamentos espalhados pelas linhas Verde e Vermelha do Metrô, a campanha ‘Pague quanto acha que vale’ fez crescer a venda de livros nas estações. No último mês foram 35 mil livros comercializados.

Operadas pela 24x7 Cultural, as máquinas de livros do Metrô, que tinham preços fixados para cada exemplar, que incluem clássicos como ‘O Cortiço’ de Aluísio Azevedo, dão ao usuário, agora, a opção de pagar o que ele quiser.

Os equipamentos, que há mais de oito anos estão presentes nas estações, funcionam 24 horas por dia. “Já tinha comprado um para minha namorada, mas o preço era R$ 8. Agora, pagando quanto quiser, posso presentear mais pessoas e até me presentear. Ler é bom e com um preço ainda mais acessível, vai virar rotina, comprar sempre um”, diz o autônomo, João Carlos César, 24 anos. “Muita gente vê as máquinas e acha que é caro. Se as pessoas soubessem, mais iriam comprar, porque dá para comprar um livro por R$ 2”,diz.

Essa é a mesma opinião da empresa responsável pela operação das máquinas e por isso, a 24x7 está fechando parcerias com Metrô e CPTM para que mais estações tenham equipamentos. “A intenção é, além de presentear os que são leitores e conhecem o serviço, também atrair novos leitores. 

São títulos importantes, clássicos, agradando vários perfis e com isso, queremos incentivar para que mais pessoas leiam livros”, diz a analista de marketing da 24x7, Keka Bego, que afirma que a empresa também busca parceiros para ampliar ainda mais, o projeto. “Buscamos parceiros ou órgão que queiram anunciar e colocar um flyer, dentro de nossos livros. Isso ajudaria que o projeto seja mais amplo”, diz. Para saber quais títulos estão disponíveis e onde encontrar os equipamentos, acesse www.24x7.com.br .

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores