segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Linha 3-Vermelha dará conta da demanda na Copa?

Trem da Frota H - Pátio de Itaquera
Por Diego Silva

Caros leitores, enquanto estava escrevendo a revista 'CPTM e Metrô em Foco', uma das matérias me levantou essa questão: a Linha 3-Vermelha daria conta da demanda para Itaquera, na época da copa de 2014? Se hoje, a linha é considerada uma das mais lotadas do mundo, o que será que acontecerá em dois anos?

Inaugurada em meados da década de 1980, a então linha 'leste-oeste' do Metrô foi a segunda a entrar em operação na capital. Inicialmente, operando no trecho Sé-Brás, com trens emprestados da linha 'norte-sul' (atual Linha 1-Azul). Com a chegada dos trens adquiridos (metade da Cobrasma, metade da Mafersa), a linha passou a operar de maneira contínua, entre Barra Funda e Itaquera. Em 1999, ganhou trens novos (frota Alstom Milenio, posteriormente enviados para a Linha 2-Verde). No fim de 2009, o primeiro trem dessa linha foi enviado para modernização (301, da Cobrasma). Em 2010, ganhou do Governo do Estado 9 trens da CAF, com tudo o que há de mais moderno no mercado metroferroviário. Em 2011, os dois primeiros trens da Cobrasma retornaram da modernização (301 e 307, agora K01 e K07).

Nesse meio tempo, resumimos de maneira breve a história da Linha 3-Vermelha. Já são cinco trens modernizados, nove composições novas e muita gente circulando todos os dias. A reforma de todas as composições está prometida para até o final de 2013, tempo apertado, se considerar que são 98 unidades indo para a modernização (incluídos nesse número os trens da Linha 1-Azul). Ou seja, até 2013, os 48 trens da Linha 3 deverão estar modernizados e operacionais.

Para a Copa do Mundo, o Governo do Estado está financiando para a CPTM e para o Metrô a troca de sinalização, para o tão comentado CBTC, que promete reduzir os intervalos e aproximar as composições. Considerando que o futuro estádio em Itaquera deverá ter cerca de 60 mil lugares, de acordo com o secretário de transportes Jurandir Fernandes, será possível encher a arena esportiva em questão de meia hora (em entrevista à revista Engenharia, o secretário deu maiores detalhes sobre isso).

Claro, o Metrô não irá carregar a demanda inteira da Copa, até porque a Linha 11-Coral da CPTM corre paralela à Linha 3-Vermelha, sendo até mais rápida (partindo de Luz, parando em Brás, Tatuapé e Itaquera), num trajeto médio de 20 minutos. Porém, a CPTM é mais suscetível a problemas. O Metrô já é mais vivido nesse tipo de experiência, afinal, lida com a lotação dessa linha diariamente, há muitos anos. O Metrô anunciou a compra de mais 15 trens novos, a serem usados nas linhas 1-Azul, 2-Verde e 3-Vermelha. Com tudo isso, espera-se que a Linha 3 não se torne um formigueiro, pois a necessidade de um transporte confortável e rápido até o estádio será analisado não por nós, mas pelos turistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores