sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Passageiros reclamam de falhas no Metrô e na CPTM

Falhas aumentam a lotação, causando ainda mais desconforto aos usuários
Fonte: G1/Portal Meu Transporte

Os passageiros da Grande São Paulo reclamam que os trens do Metrô e da CPTM têm apresentado muitas falhas. As composições transportam 6,5 milhões de pessoas todos os dias.
Na madrugada desta quinta (27), os trens da Linha 2-Verde circularam com velocidade reduzida por 11 minutos devido à falta de energia elétrica. Na terça-feira (25), o acionamento indevido do sistema de emergência parou um trem da Linha 12 Safira da CPTM. Muitos passageiros consideraram o conserto demorado demais e resolveram seguir a pé pelos trilhos. No mesmo dia, uma falha na rede elétrica fechou a Estação Largo 13 da Linha 5.
Para o engenheiro de tráfego e transportes Humberto Pullin, o número de passageiros cresceu, mas a estrutura pouco mudou. “Tem faltado nos trens do Metrô e da CPTM manutenção preventiva. Acredito que as equipes e a própria estrutura de manutenção não estavam preparadas para esse aumento da demanda”, diz.

O Metrô e a CPTM dizem que a manutenção nos trens é eficiente e que o número de ocorrências está dentro da normalidade. “No último mês, nós realizamos mais de 100 mil viagens. Dessa forma, tivemos um número de ocorrências significativamente pequeno em relação a esse número de viagens realizadas”, afirma Wilmar Fratini, gerente de operações do Metrô.

“Quando a gente compara esse número de ocorrência, ou seja, pega o número de quatro ocorrências durante esse mês, que impactaram efetivamente a vida do usuário, nós tivemos uma média de uma ocorrência para cada 18 mil viagens”, calcula Francisco Pierrini, gerente de operações da CPTM.

Os passageiros não conhecem a estatística, mas sabem muito bem quando as falhas atrapalham a ida e a volta para casa.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores