segunda-feira, 24 de outubro de 2011

Metrô vê dificuldade para levar torcedores a Itaquera no horário de pico

Unidade L27 da Linha 3-Vermelha
Fonte: G1

O presidente do Metrô de São Paulo, Sérgio Avelleda, disse nesta sexta-feira (21) que o sistema sobre trilhos terá "dificuldades" para atender à demanda em jogos no futuro estádio do Corinthians, em Itaquera, na Zona Leste, quando as partidas forem realizadas durante a semana, depois de terminada a Copa. A afirmação foi feita durante a entrega de três composições modernizadas da Linha 3-Vermelha do Metrô.
Questionado sobre os jogos do Campeonato Brasileiro que hoje são realizados às 21h50 de quarta-feira, Avelleda disse que a saída do estádio - que terá capacidade fixa de 48 mil torcedores - será realizada rapidamente. Mas para que os torcedores possam chegar à arena, utilizando o Metrô e trens da CPTM entre 19h e 20h, os transtornos serão maiores. "Para um jogo no horário de pico, teremos dificuldades de atender", admitiu, acrescentando que a Linha 3-Vermelha deverá ter um aumento de 20% em sua capacidade com a entrega dos novos trens.s composições modernizadas, com ar-condicionado e outros aprimoramentos tecnológicos, foram entregues nesta sexta pelo governador paulista, Geraldo Alckmin (PSDB), que fez o percurso da Estação Sé até a Estação Corinthians-Itaquera. Ao todo, já foram entregues seis composições das 47 previstas para esta linha. Também estão previstos mais 51 trens modernizados na Linha 1-Azul, que liga as estações Jabaquara e Tucuruvi.
"Cada um dos trens tem seis vagões, então são 18 vagões a mais. E passaremos o intervalo de 103 segundos para 85 segundos [de espera pelo trem]", disse o governador. "Esse ganho é permanente e já deve começar em 2013", prometeu Alckmin.
 
Esquema para a Copa
O secretário dos Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, afirmou ao G1 que a pasta estuda medidas complementares para os dias de jogos no Itaquerão. "Estamos cogitando fazer um 'Expressão' nos trens da CPTM, para ligar Itaquera ao Brás, passando direto pelas estações intermediárias. Mas ainda não sabemos se será necesário", afirmou. No Metrô, segundo o secretário, uma medida como essa não seria necessária. "Se o Metrô sair de Itaquera e for direto para o Centro, por exemplo, pode haver algum tumulto dos passageiros que quiserem desembarcar em alguma estação intermediária", disse.
Os trens modernizados entregues nesta sexta também têm câmeras de segurança, detectores de fumaça e sistema audiovisual de informações aos passageiros. A previsão é que as composições restantes, das 98 que passarão pela modernização, sejam entregues até a Copa de 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores