segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Metrô inicia sondagens do solo para Linha 15-Branca

Técnicos fazem sondagem do subsolo que irá abrigar estação da Linha 15-Branca
Fonte: Metrô
 
O Metrô de São Paulo já está realizando sondagens para a caracterização do subsolo em áreas que deverão ser usadas para a futura construção da Linha 15-Branca, ligação entre a Vila Prudente até Dutra. O novo traçado prevê 13,5 quilômetros de extensão e chegará até a divisa do município de Guarulhos.
Atualmente, as prospecções estão sendo realizadas em Vila Prudente, Mooca, Aricanduva e Penha. O objetivo dessas perfurações é conhecer a geologia do subsolo para o desenvolvimento dos projetos.
Sempre que uma linha metroviária vai ser construída são realizados o projeto funcional e o projeto básico. O projeto funcional estabelece o traçado da futura linha, a localização das estações, se a linha será subterrânea ou elevada, a demanda de usuários prevista para as estações, os locais de integração com outros sistemas de transporte, a localização dos pátios, a frota de trens necessária, entre outros aspectos.
O projeto básico complementa as informações do funcional, assegurando sua viabilidade técnica e econômica, com o pré-dimensionamento das estruturas, a avaliação do custo da obra, a definição dos métodos construtivos e o prazo de execução.

Primeiros estudos
Uma das primeiras ações para viabilizar o desenvolvimento dos projetos é a entrada em campo das equipes de sondagem para a investigação do subsolo, com a realização de perfurações ao longo do trecho onde a futura linha vai passar. Até o momento, foram iniciadas 44 sondagens e concluídas 20. A previsão é de que, ao término desta etapa, sejam realizadas aproximadamente 500 sondagens, com espaçamento de 30 a 50 metros uma da outra.
Na prática, o procedimento é simples e pode ser feito de maneira mecânica ou manual. Uma haste de perfuração adentra o solo e faz o recolhimento de amostras. Nesse início de investigação foram encontradas areia, argila e rocha no subsolo.
São avaliados o tipo e a consistência de cada material, além da profundidade do lençol freático. Essas sondagens são feitas em ruas, calçadas e, se autorizado, em localidades privadas, como clubes e estacionamentos. A partir dos resultados obtidos é possível mensurar características decisivas para a adequação do traçado, localização e profundidade das estações e demais estruturas previstas para a linha metroviária.

Linha 15-Branca deverá transportar 900 mil usuários/dia
No estágio atual, o projeto de implantação da Linha 15-Branca prevê a adoção de sistema de metrô convencional, com extensão de 13,5 km e 12 estações, entre a região de Vila Prudente e Dutra, divisa com o município de Guarulhos. A linha atenderá os bairros paulistas Jardim Anália Franco, Vila Formosa, Vila Manchester, Aricanduva, Penha e Tiquatira.

4 comentários:

flavio_mes disse...

Olá boa noite. Por favor alguém saberia me dizer em qual local físico será construída a Estação Orfanato da linha 15? Ouvi dizer que será onde hoje se encontra a agência 0199 do Itaú; esquina da Rua do Orfanato com Rua do Oratório. Será lá mesmo? Onde consigo visualizar um mapa com projeto funcional? Obrigado Flávio

Diego Silva disse...

Flavio, não temos disponível aqui no blog o mapa funcional da linha 15, mas assim que conseguir, entro em contato.

flavio_mes disse...

Valeu Diego, obrigado. Hoje dia 01/11/2011 vi funcionários fazendo sondagens na Rua Madrid (continuação da Rua Cananéia e possível futura estação Orfanato do metrô). Abçs

Anônimo disse...

Também estão sendo feiotos sondagens na Av. Sapopemba, próximo ao KOGA KOGA AUTO PEÇAS, também gostariamos de saber onde se localizará a futura estação Água Rasa do Metrô. Quem tiver alguma noticia e puder disponibilizar para orientar melhor os moradores da região, fico grato.
edson.je@ig.com.br

Postar um comentário

Seguidores