quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Governador inaugura estações Luz e República

Plataforma da Estação Luz, da Linha 4-Amarela (Foto de Ernesto Rodrigues)
Fonte: Metrô

No dia 15 de setembro de 2011, foram inauguradas as estações Luz e República da Linha 4-Amarela do Metrô. As estações entraram em operação comercial logo após a inauguração e funcionam das 10h às 15h, de segunda a sábado, inclusive feriados.

O novo trecho tem 3,7 quilômetros de extensão, entre as estações Paulista e Luz, passando pela estação República e atenderá à região central da cidade. Com a inauguração das estações República e Luz da Linha 4-Amarela, estima-se em 100 mil passageiros/dia a demanda para a estação República e 132 mil passageiros/dia para a estação Luz. Com a inauguração das estações Luz e República, a Linha 4-Amarela passará a ter nove quilômetros de extensão em sua operação comercial. Somados aos 65,3 quilômetros da Companhia do Metrô, totalizam 74,3 quilômetros de rede metroviária na capital paulista. O total de estações agora é de 64, sendo 58 operadas pela Companhia do Metrô e seis pela concessionária ViaQuatro.

Com o funcionamento das novas estações República e Luz da Linha 4, o Metrô prevê uma redução de movimento nas estações Paraíso, Sé, Luz (da Linha 1) e no trecho Paraíso-Luz, o mais carregado da Linha 1-Azul. Também há a perspectiva de redução de movimento na estação Brás, em razão da integração com as linhas da CPTM em Luz.

A partir da consolidação da demanda da Linha 4-Amarela, ela deverá transportar cerca de 700 mil pessoas por dia, a partir de 2012.

Próxima etapa

Na sequência, será concluída a 2ª fase de implantação da Linha 4-Amarela, com a construção de um quilômetro de túnel até a futura estação Vila Sônia, além de complemento de acessos, acabamento das obras civis e instalação de sistemas operacionais e equipamentos em quatro estações: São Paulo-Morumbi, Fradique Coutinho, Oscar Freire e Higienópolis-Mackenzie. O percurso entre Luz e Vila Sônia terá 12,8 km de extensão e 11 estações. A previsão é que as obras restantes sejam finalizadas em 2014.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores