segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Novas estações da Linha 4-Amarela irão desafogar a Sé

Fonte: O Estado de São Paulo
Estação da Sé, 18 horas. Mesmo quem não frequenta o lugar regularmente sabe o que vai encontrar lá nesse horário: multidão, filas, empurrões, trombadas e vagões lotados. O Metrô acredita, porém, que os passageiros sentirão menos desconforto no próximo mês. A inauguração das Estações Luz e República, da Linha 4-Amarela, deve fazer o número de pessoas que passam pela Sé cair até 20%.
Na prática, é como se um a cada cinco passageiros que hoje utilizam o terminal deixasse de passar por lá e migrasse para a Linha 4. A mesma redução deve ser notada nas Estações Paraíso e Ana Rosa, que permitem baldeação entre as Linhas 1-Azul e 2-Verde. Já na Consolação, que liga as Linhas Verde e Amarela, o movimento pode cair 33%, segundo o Metrô. A quantidade de passageiros da Linha 4, por outro lado, deve subir quase quatro vezes - de 190 mil pessoas por dia para cerca de 700 mil.
"A sobrecarga no metrô de hoje se origina na falta de outras linhas. A abertura de novos trechos, como a Linha Amarela, vai reduzindo a concentração de pessoas nos ramais já existentes, principalmente onde há baldeação, pois as pessoas encontram outros caminhos para seus trajetos", avalia o professor de Engenharia Creso de Franco Peixoto, da Fundação Educacional Inaciana (FEI).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores