terça-feira, 5 de julho de 2011

Metrô desapropria mais 40 mil m² para ampliação da Linha 2-Verde

Novo pátio será o primeiro do Metrô específico para o sistema monotrilho
 
Fonte: Cotia Notícias

A Companhia do Metrô de São Paulo vai desapropriar uma área de 40.753,00 metros quadrados, no Bairro São Lucas, para a construção do Pátio Oratório, que faz parte da ampliação da Linha 2-Verde, que seguirá de Vila Prudente até o Hospital Cidade Tiradentes.
O decreto que a declara de utilidade pública da Companhia do Metrô foi publicado no último sábado, 2, no Diário Oficial do Estado. Os imóveis estão localizados na Avenida do Oratório, onde outras áreas já haviam sido desapropriadas anteriormente.

O novo pátio será o primeiro do Metrô específico para o sistema monotrilho, onde os veículos circularão em via elevada entre 12 e 15 metros de altura. O Pátio Oratório terá uma alça de acesso ao Leste logo após a estação Oratório, de 5.650 metros de vias e capacidade para estacionar 28 trens.

A partir do decreto de desapropriação, uma vez autorizada a imissão na posse do imóvel, por decisão judicial ou amigável de desapropriação, o Metrô poderá ingressar na área e tomar as medidas necessárias para sua utilização para a obra pública.

Prolongamento da Linha 2-Verde
O primeiro trecho Vila Prudente-Oratório, com extensão de 2,9 km, encontra-se em implantação e é composto por duas estações: Vila Prudente e Oratório, além do Pátio Oratório. Posteriormente, seguirá de Oratório a São Mateus , com extensão de 10,1 KM e oito estações: São Lucas, Camilo Haddad, Vila Tolstoi, Vila União, Jardim Planalto; Sapopemba, Fazenda da Juta e São Mateus.

O trecho final (São Mateus - Hospital Cidade Tiradentes) terá sete estações e 11,4 km de extensão. No total, serão 24,5 km ligando Vila Prudente ao Hospital Cidade Tiradentes e 17 estações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores