quinta-feira, 5 de maio de 2011

O Metrô está de cara nova

Trem Frota C #310 em Patriarca: Frota inteira em modernização (Foto: Diego Silva)

Texto: Diego Silva
Imagens: Diego Silva, Samuel Tuzi

Quem viaja de Metrô diariamente pelas linhas paulistanas irá se deparar com novos trens pelos próximos dias. Isso porque a Companhia do Metrô está recebendo os primeiros trens modernizados de sua frota. A reforma, licitada em meados de 2009, abrange toda a frota das linhas 1-Azul e 3-Vermelha, dividida em 4 lotes diferentes. Os trens da Linha 1-Azul estão sob responsabilidade do consórcio Alstom/Siemens, e do outro, Bombardier/IESA. A Linha 3-Vermelha terá seus trens reformados pelo consórcio BTT (Bombardier, Tejofran e Temoinsa), e pelo consórcio Reformas Metrô (Alstom-Siemens). Com essas modernizações, os trens da Linha 1-Azul (que já cercam os 40 anos de vida), e os trens da Linha 3-Vermelha (próximos dos 30 anos), serão totalmente revitalizados, ganhando ar-condicionado, novo layout interno, substituição de equipamentos e acessórios, dando uma nova cara para o transporte de São Paulo. Veja como serão os trens da Linha 1 - Azul, que liga Jabaquara à Tucuruvi:

Antes
Frota A (Budd-Mafersa) - 1974

Frota A - Salão de Passageiros

Frota A - Painel de Controle

DEPOIS
REFORMA ALSTOM/SIEMENS

Frota I (Alstom-Siemens) - Ex-Frota A (trem A15)

Frota I - Salão de Passageiros

Frota I - Painel de Controle

REFORMA BOMBARDIER/IESA

Frota J (Bombardier, Iesa) - Ex-Frota A (Trem A31)

Frota J - Salão de Passageiros

Frota J - Painel de Controle

Nos próximos dias, mostraremos a cara nova dos trens da Linha 3-Vermelha! Aguardem.

2 comentários:

Daniel disse...

Ficaram super bonitos os trens após a repagina, principalmente no interior. Uma pena que eu peguei apenas uma vez um desses trens reformados.

Uma observação é que os assentos dos trens da frota A são bem parecidos com os dos trens série 5000 da CPTM e já os da frotas I e J(Frota A reformado) são os mesmos dos trens mais antigos do metrô que circulam na linha vermelha.

Diego Silva disse...

Faz parte da padronização que o Metrô quer impor em suas frotas, Daniel. Os assentos das frotas I e J, são semelhantes aos das frotas C e D, pois fazem parte de um mesmo projeto.

Postar um comentário

Seguidores