quarta-feira, 4 de maio de 2011

Expansão da Linha 4 deve aliviar a Estação Sé

Estação Sé atualmente é um dos maiores problemas do Metrô

Fonte: Portal G1-SP

O presidente do Metrô de São Paulo, Sérgio Avelleda, disse nesta segunda-feira (2) em entrevista ao SPTV que a Estação da Sé, no Centro da capital paulista, e a Linha 1-Azul do Metrô deverão ter o fluxo de passageiros reduzido com a expansão da Linha 4 no Centro da cidade. O governo promete inaugurar as Estações Luz e República até o fim do ano. Já a Estação Pinheiros, na Zona Oeste, tem entrega prevista para o dia 16 de maio.
“A Sé especificamente vai ser beneficiada quando a Linha 4 chegar na República e Luz, no segundo semestre. Muita gente que faz baldeação na Sé vai passar a fazer baldeação na República com a Linha 4. Isso vai aliviar a Estação da Sé e vai aliviar a Linha 1-Azul”, afirmou Avelleda.
O presidente do Metrô também comentou algumas melhorias que estão sendo feitas na companhia para melhorar a vida dos passageiros, que enfrentam superlotação. “Em todas as linhas do Metrô, 1, 2 e 3, estamos trocando o sistema de sinalização. O governo do estado está investindo R$ 700 milhões para diminuir a distância dos trens.”
Avelleda admitiu que o Metrô está superlotado, mas argumentou que a companhia adota medidas para tentar melhorar o atendimento. “Realmente a gente vive um momento de superlotação. O fluxo de pessoas no horário de pico é muito grande, nós estamos transportando na Linha 3-Vermelha 60 mil pessoas em uma hora, em um sentido. Nós temos adotado estratégias operacionais para tentar diminuir esse desconforto, nós temos a operação plataforma, a operação embarque preferencial”, afirmou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores